O deputado estadual e ex-prefeito de Rio Grande Fábio Branco (MDB) foi condenado a quatro anos de prisão, em regime aberto, por corrupção passiva. A decisão da 1ª Vara Criminal é do dia 1º de outubro.

Fábio Branco afirma, por meio de nota, que recorrerá de decisão. Ele ressalta respeito às instituições e diz que tem certeza da reversão em segunda instância. "É uma acusação sem nenhum cabimento em um processo sem nenhuma prova", assegura.


Candidato a prefeito em Rio Grande, Fábio Branco (MDB) anunciou que recorrerá da decisão em primeira instância que o condenou em um processo movido em 2013. Ele criticou o fato de a sentença ocorrer às vésperas da eleição.


"É uma acusação sem nenhum cabimento em um processo sem nenhuma prova", alertou, ressaltando que esse mesmo movimento já ocorreu em outros pleitos. "Meus adversários dizem que tenho muitos processos, e isso é verdade. O que não falam é que, um a um, eu fui inocentado. E com esse não será diferente." O emedebista ressaltou ainda que respeita as instituições e que tem certeza da reversão em segunda instância.